Vai começar um a reforma?

Reforma. Seja para aqueles que acabaram de comprar um imóvel e, novo ou usado, querem dar aquele toque especial, ou para os que precisam agora dar novos ares ao lar doce lar, não dá para dizer que a medida é agradável. Afinal, um ajuste puxa o outro e a impressão é de que a obra não terá fim.

Planejar bem cada passo

Coloque no papel o que você pretende fazer em sua casa. Liste tudo o que acha necessário, sem esquecer nenhum detalhe. Isso facilitará a execução da segunda etapa.

Antes de fazer a reforma da casa é bom consultar a um profissional do ramo para avaliar a reforma e aconselhar o que pode ser mexido ou não e depois de avaliado conforme as necessidades do morador da casa, o primeiro passo é o material que vai ser necessário para ser gasto na reforma. Antes de tudo, é preciso dimensionar as necessidades da reforma, o objetivo e as principais mudanças. Essa é uma forma de evitar mudanças de planos no decorrer da obra.

Geralmente as surpresas aparecem nas instalações hidráulicas e elétricas e também nas vigas e pilastras, e uma etapa muito importante que a maioria das pessoas esquecem de colocar no orçamento da reforma é a retirada de entulho da rua, pois pode acarretar em multa a não retirada do mesmo e o prejuízo pode ser pior.

Atenção aos preços

Faça uma pesquisa de preços entre vários comércios na área da construção civil, pois há uma grande concorrência entre eles e os preços variam muito e tem muitas ofertas.

Procure comprar o material em um único estabelecimento comercial, pois dessa maneira os descontos podem ser maiores e você pode economizar bastante.

Procure contratar um empreiteiro para fazer sua reforma, pois ele com certeza vai saber avaliar e fazer sua reforma da melhor maneira possível, pois ele tem experiência e pessoal competente para trabalhar na sua reforma. Um serviço mau feito pode botar tudo a perder na sua reforma.

Passo a passo

Agora você já tem condições de confrontar duas informações importantíssimas: quais são suas economias e quanto você deverá gastar na reforma. Assim, poderá planejar tudo com mais segurança.

Quanto ao profissional a contratar, feche o valor com cautela. Já em relação ao material… Tudo escolhido? Então dedique muita atenção às condições de pagamento. Ao optar por parcelar, tome cuidado com os juros embutidos no produto. Pode ser mais vantagem diminuir as parcelas, reduzindo também o preço, ao conseguir um “desconto”.

Reforma nunca foi e nem vai ser fácil principalmente com os moradores dividindo o mesmo espaço dentro da casa. Então para não transformar a sua casa em um parque de terror saiba que a paciência e a compreensão são fundamentais para evitar o stress que pode ser fatal para sua saúde.

voltar

Categorias